quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Ética: será que temos?

Ética é um conjunto de valores de uma sociedade, resultante de seus valores culturais, moral, político e religioso.
É fazer o certo, agir corretamente em qualquer situação, é ter empatia, se colocar no lugar do próximo, para não prejudicá-lo. É se perguntar: Quais consequências trará?

Todo ser ético sabe que é preciso ser um  cidadão consciente, atuante, esclarecido, crítico. É o saber se colocar, inserir na sociedade em que vive em benefício dos demais, tendo a consciência de que suas  mesmo que pequenas ações, agregam para se fazer a diferença no âmbito social.

Sempre indago meus alunos sobre quais são as ações do cidadão ético, e eles geralmente respondem que são os atos de não roubar, não matar, não ser mal educado e fazer algum tipo de serviço social; e num exercício de reflexão, pergunto se por exemplo eles costumam comprar, ou se já compraram alguma vez, CD/DVD pirateados; ao que todos respondem que sim, de maneira natural, como sendo uma atitude óbvia. É daí que questiono, mas será que isso é ético?

Ajudar a financiar a pirataria gera diversas consequências maléficas à sociedade, como por exemplo a sonegação de impostos, o financiamento do tráfico de intorpecentes e o de armas, que estão na maioria das vezes, atrelados a essa prática desonesta.

O que podemos concluir, portanto, que ser ético, justo, moral, não é tão simples e mensurável como se imagina. É um exercício diário de superação, de motivação a oferecer sempre o seu melhor, independente de qualquer justificativa, e ainda mais, independente de toda a corrupção que nos cerca, afinal, isso não nos permite sermos complacentes ao ponto de deixarmos tudo como está, ou pior, de sermos como eles.

Bem, as eleições estão aí, essa é sempre a nossa chance de mudar...



Nenhum comentário:

Postar um comentário