quinta-feira, 15 de março de 2012

Tentando e lutando,
e nem sempre conquistando.
Buscando e batalhando,
e nem sempre vencendo.
Mas persistir nas batalhas,
nos é essencial,
somente assim
para no final da guerra
a paz enfim reinar.
Quais são as suas esperanças,
povo meu?
Sair ilesos das crises
e desfrutar do que
Deus nos deu.
Tento acreditar
no que para os outros
possa ser impossível.
Mas não há nada não,
se isso for ser louco,
que delirante eu seja
diante da monotonia
e passividade
que minha nação
apresenta.
Digo que muito há
de bom,
nas pessoas daqui,
ou dali,
mas o importante
é crer em mim
e havendo de crer
no que para mim
há de vir.
pois somente quero
ser feliz,
e por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário