quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A Privataria Tucana

O problema não são as privatizações em si, mas sim privatizar as instituições públicas a preço de banana, e pior ainda, privatizar o que deveria ser de controle do Estado por trazer retornos financeiros ao país para ser investido na sociedade. Porque ter passado para a iniciativa privada o que poderia ter ficado nas mãos do Estado?
Os argumentos adotados foram retorno financeiro pelas "vendas" e tirar o "peso das costas" do Governo em relação as instituições privatizadas. Mas o que vemos na prática foi que as privatizações foram feitas a preço de sucata, isso quando os valores foram recebidos devidamente pelo Estado.
Será que isso foi positivo de fato como se prega pelos tucanos? Para as devidas conclusões e respostas, somente lendo "A Privataria Tucana".

Um comentário:

  1. Revolta, principalmente, quando se pensa que as instituições públicas que realizam atividade econômica foram construídas com o dinheiro do povo. Na prática, a privatização é um assalto ao povo brasileiro (sem falar que a própria construção dessas instituições resultaram de um roubo contra os trabalhadores, através da apropriação capitalista da mais-valia)! Contudo, nada é menos surpreendente que isso, se se leva em conta que o Estado, após a Revolução Francesa e o advento do capitalismo, é o comitê executivo da burguesia, como diria Marx...

    ResponderExcluir